quinta-feira, 13 de agosto de 2009

De fato, a culpa é minha.


Era madrugada de quinta-feira...Meu quarto era meu único refúgio, e foi nele que eu me enfurnei. Eu metia minha cara entre páginas e páginas de um livro, no qual não sentia interesse algum. Minha vontade era de sair aos berros pedindo ajuda, sair e pular no colo de alguém que pudesse me ouvir, que fizesse papel de mãe. Não sou órfão, mas de fato, minha mãe estava dormindo. Uma caneta e um papel já resolviam meu problema, e foi o que resolvi fazer.

Vozes urravam em meu ouvido, me culpando de algo que eu tinha feito de errado. Talvéz todas as palavras sem nexo algum que eu havia digirido à você me causavam todo aquele sentimento de culpa, que tomava conta de mim. Pensava e refletia sobre meus atos infantis relacionados à você, relacionados a nós. Me sentia cada vez mais culpado, e aquilo me matava aos poucos. Foi alí, que eu prometi a mim mesmo que eu jamais proferiria palavra alguma à você, sem ao menos pensar. Foi alí que eu cheguei a conclusão que o responsável por todo aquele sofrimento, era eu mesmo. Sem mais!

(Gabriel Brandi Silva, 13/08/2009)

17 comentários:

  1. Nada melhor do que pensar bem antes de fazer as coisas. Belo texto.

    =)

    ResponderExcluir
  2. Eu particulamente, amo todos os seus textos. São perfeitos! Haha. Te amo demais beib :)

    ResponderExcluir
  3. é as vezes nós mesmo não percebemos que a causa de nosso sofrimento é agente mesmo , são os nossos atos não pensados . e achamos que não tem fim e nem solução para esses problemas , mais quando paramos pra pensar descobrimos que essa solução era a mais facil e que estava bem ali ao nosso lado e é uma coisa sim que se chama PENSAR :]
    cuurti amiigo :] abraçoos s2'

    ResponderExcluir
  4. Júlio César Passos13 de agosto de 2009 21:06

    seus textos são os melhores, e a maioria dos textos não me fazem pensar tanto na vida como os teus fazem -s.

    ResponderExcluir
  5. foda demais, nao tenho nem o que falar meu.
    Voce eh demais Brandi (L) / beijo da Gorda. haha

    ResponderExcluir
  6. que texto é esse,meu menine? :S' "você é lindo,e eu te amo muitão." (L)'

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. as vezes um papel e uma caneta ajudam tanto quanto uma companhia pra desabafar. a minha necessidade sempre é parcialmente atendida quando escrevo :)
    gostei do texto gabriel, :*

    ResponderExcluir
  9. ótimo texto amigo assim como no comentario minha necessidade também é parcialmente atendida quando escrevo mais seu texto esta ótimo já estou seguindo o blog

    www.ruivosuburbano.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. muito foda cara, eu amo ler o que voce escreve. *-* // gui

    ResponderExcluir
  11. Capturando todas as estruturas de um verdadeiro texto! muito bom!

    ResponderExcluir
  12. eu amo o seu blog, você escreve muito bem :O'

    ResponderExcluir
  13. biiel, nunca tinha vindo aqui olhar seu blog *-* mais amigo, você escreve mto beeem ;) parabéns mesmo, inspirador isso :D
    beijos, amo você (L)

    dani camara :*

    ResponderExcluir
  14. eu amo os seus textos *-*
    é uma forma de ajuda, de apoio pra coisas que geralmente acontecem.
    parabéns brandi (:

    deéh martins.

    ResponderExcluir
  15. *-* tah maaraa brandii

    by, Kiq =*

    ResponderExcluir